Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Agudos, Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2020 Telefone (14) 3262-8500

Atendimento Atendimento: De Segunda a Sexta Feira, das 08h as 18h.

Ter
21/01
35 °C
18 °C
Índice UV
14.0
Quar
22/01
32 °C
20 °C
Índice UV
14.0
Quin
23/01
31 °C
19 °C
Índice UV
14.0
Sext
24/01
29 °C
17 °C
Índice UV
14.0

Educação - Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019

Notícias por Categoria

Alunos da escola SMAT, de Agudos, transformam leitura do objetivo da ONU em atividade prática de agricultura sustentável


Alunos da escola SMAT, de Agudos, transformam leitura do objetivo da ONU em atividade prática de agricultura sustentável

Os momentos dedicados à leitura, na Biblioteca  Comunitária  Professora Thelma Sormani Travain, da escola municipal Silvia Maria Amato Trigo, ou Smat, como é conhecida em Agudos, viraram alface, tomate, morango e tantos outros legumes, verduras e frutas saborosos, influenciando os alunos, pais e a comunidade de forma geral, sobre a importância da alimentação saudável e sustentável, e de como é fácil atingir esse objetivo.

 

Tudo começou com a professora e promotora de leitura Cláudia Barbosa Paulo Modesto, ao ler para os alunos os objetivos da Agenda 2030, para o Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), que conta com 17 objetivos para erradicar a pobreza no mundo.

Lendo o segundo objetivo, “Fome Zero e Agricultura Sustentável”, Cláudia pensou: por que não trazer essa ideia para a nossa realidade?. Assim, começou o projeto que envolve crianças menores de três anos até 11 anos, dos ensinos infantil e fundamental, com orientações e atividades que vão desde o cuidado com a terra, até a colheita de uma variedade de alimentos saudáveis.

 

 

O projeto é desenvolvido tanto na sede do Centro de Convivência da Criança, como na sede da Associação Comunitária, onde estão adaptados os alunos, enquanto o prédio da escola Smat passa por adequações.

“A ideia surgiu como uma maneira de mostrar para as crianças que uma horta pode ser uma boa opção para situações difíceis”, lembrou a professora.

Desde a primeira colheita, ainda com poucas mudas em um caixote de madeira, já são cerca de seis meses e uma produção que só cresce, e inclui verduras e legumes como, repolho, rúcula, couve, manjericão, chuchu e outros alimentos.

 

Além de plantar e cuidar das mudas, as crianças aprendem a fazer a compostagem de resíduos, para usar o material como adubo.

Mas, uma das melhores conquistas, na opinião da professora, é saber que, após as crianças contarem em casa que aprenderam a cuidar da horta, alguns pais decidiram criar sua própria produção caseira, contribuindo com a alimentação saudável e barata, para toda família.

“Esse é o meu papel como professora, promover a leitura de forma que ela seja importante na vida das crianças”, avaliou Cláudia.

Além dos alunos, a comunidade próxima contribui com a manutenção dos canteiros e doação de mudas, como a equipe de capoeira Meninos de Agudos, do instrutor Lê, além de moradores vizinhos, e as secretarias de Educação e Cultura, e Agricultura e Meio Ambiente da Prefeitura de Agudos que doa as mudas para o plantio.

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

Agudos 121 anos

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

Nenhuma unidade fiscal cadastrada no momento!